comunicação

Notícias

08 de fevereiro de 2018

Simulador de financiamento da CNT
facilita compra de ônibus

Simulador de financiamento da CNT

A CNT (Confederação Nacional do Transporte) atualizou o Simulador CNT de Financiamento. Assim, além de a ferramenta permitir que se calcule o custo de financiamento para aquisição de caminhões e implementos rodoviários, agora os transportadores também podem estimar operações para compra de ônibus novos e usados.

A ferramenta é prática e fácil de usar, e os resultados são apresentados com base em parâmetros de mercado, tais como taxas de juros, prazos, carência e valores financiáveis. Diante da grande variedade de taxas e programas disponíveis no mercado, o Simulador facilita que o interessado identifique as opções que mais atendem às suas necessidades para que, então, possa procurar a instituição financeira desejada.

Para as linhas de financiamento ofertadas por bancos comerciais é utilizada uma taxa de juros média, baseada nas taxas de juros divulgadas pelo Banco Central para essas instituições, atualizadas periodicamente. Ainda para esses programas, dados de valor financiável, prazo e carência foram definidos por pesquisa de mercado.

Já com relação aos programas operados indiretamente pelas instituições financeiras com recursos do BNDES (Finame), são utilizados os parâmetros oficiais divulgados por esse banco em circulares que normatizam essas linhas de financiamento.

Na linha de financiamento de ônibus novos do Refrota (Programa de Renovação de Frota de Transporte Público Coletivo Urbano), são utilizados os parâmetros divulgados pelo Ministério das Cidades.

Acesse o Simulador CNT de Financiamento.

http://www.cnt.org.br/Paginas/simulador-de-financiamento-cnt

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

20 de fevereiro de 2018

"Muito além do aumento da tarifa"

Artigo de Otávio Vieira da Cunha, presidente da NTU

19 de fevereiro de 2018

Empresas devem aderir ao eSocial neste ano

Sistema unifica informações fiscais, trabalhistas e previdenciárias

15 de fevereiro de 2018

2018: ano de investir no transporte

Entrevista do presidente da CNT, Clésio Andrade

MAIS NOTÍCIAS