comunicação

Notícias

22 de janeiro de 2016

Sest Senat
faz campanha

Sest Senat

O Sest Senat lança a campanha “Carnaval não combina com silêncio – Disque 100”, com o objetivo de ampliar a comunicação a respeito das ferramentas de denúncia contra a exploração sexual de crianças e adolescentes. As 149 unidades estão comprometidas com a causa e vão fazer a divulgação em todo o Brasil, do dia 20 de janeiro à 10 de fevereiro.

A organização Childhood Brasil revela que, em 2014, o Disque 100, canal de denúncias da Secretaria de Direitos Humanos (SDH), registrou mais de 91 mil ligações apontando para casos relacionados a crianças e adolescentes. Das 13 categorias de violação identificadas, a violência sexual ocupa o 4º lugar, em que 75% são casos de abuso e 25% de exploração. O setor do transporte não está distante desses crimes, que acontecem também em seus principais locais de atuação: rodovias e portos.

Um levantamento elaborado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) em parceira com a OIT (Organização Internacional do Trabalho), com a organização Childhood Brasil, com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e com o MPT (Ministério Público do Trabalho) constatou que existem 1.969 pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais. São ambientes ou estabelecimentos em que os agentes constataram prostituição, inexistência de iluminação, ausência de vigilância privada, locais costumeiros de parada de veículos e consumo de bebida alcoólica.

Ações

Por esse motivo, o Sest Senat promove desde 2004, por meio do projeto Proteger (anteriormente denominado ESCA – Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes), ações de combate à exploração sexual infantil. O enfoque principal do Proteger é conscientizar os trabalhadores em transporte e a sociedade civil sobre a importância de se adotar medidas no enfrentamento desse crime, que são considerados hediondos desde 1990 e descritos nos artigos 213, 214 e 218 do Código Penal Brasileiro.

As atividades incluem a realização de carreatas, blitz educativas e caminhadas no dia 18 de Maio (Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual infantojuvenil) – organizadas pelas Unidades do SEST SENAT – além de ações de sensibilização dos trabalhadores em transporte conduzidas por Agentes de Transformação Social – ATS (caminhoneiros, frentistas e taxistas) e criação de materiais e site específico do Programa.

Fonte: Elisângela Freitas/Sest Senat

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

23 de janeiro de 2020

CNT divulga Pesquisa de Opinião de 2020

Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais em 137 municípios

22 de janeiro de 2020

Governo Federal investe quase R$ 2 bi

em projetos de mobilidade urbana

20 de janeiro de 2020

Por que o preço dos combustíveis cai mais

nas refinarias do que nas bombas?

MAIS NOTÍCIAS