comunicação

Notícias

22 de janeiro de 2016

Sest Senat
faz campanha

Sest Senat

O Sest Senat lança a campanha “Carnaval não combina com silêncio – Disque 100”, com o objetivo de ampliar a comunicação a respeito das ferramentas de denúncia contra a exploração sexual de crianças e adolescentes. As 149 unidades estão comprometidas com a causa e vão fazer a divulgação em todo o Brasil, do dia 20 de janeiro à 10 de fevereiro.

A organização Childhood Brasil revela que, em 2014, o Disque 100, canal de denúncias da Secretaria de Direitos Humanos (SDH), registrou mais de 91 mil ligações apontando para casos relacionados a crianças e adolescentes. Das 13 categorias de violação identificadas, a violência sexual ocupa o 4º lugar, em que 75% são casos de abuso e 25% de exploração. O setor do transporte não está distante desses crimes, que acontecem também em seus principais locais de atuação: rodovias e portos.

Um levantamento elaborado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) em parceira com a OIT (Organização Internacional do Trabalho), com a organização Childhood Brasil, com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e com o MPT (Ministério Público do Trabalho) constatou que existem 1.969 pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais. São ambientes ou estabelecimentos em que os agentes constataram prostituição, inexistência de iluminação, ausência de vigilância privada, locais costumeiros de parada de veículos e consumo de bebida alcoólica.

Ações

Por esse motivo, o Sest Senat promove desde 2004, por meio do projeto Proteger (anteriormente denominado ESCA – Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes), ações de combate à exploração sexual infantil. O enfoque principal do Proteger é conscientizar os trabalhadores em transporte e a sociedade civil sobre a importância de se adotar medidas no enfrentamento desse crime, que são considerados hediondos desde 1990 e descritos nos artigos 213, 214 e 218 do Código Penal Brasileiro.

As atividades incluem a realização de carreatas, blitz educativas e caminhadas no dia 18 de Maio (Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual infantojuvenil) – organizadas pelas Unidades do SEST SENAT – além de ações de sensibilização dos trabalhadores em transporte conduzidas por Agentes de Transformação Social – ATS (caminhoneiros, frentistas e taxistas) e criação de materiais e site específico do Programa.

Fonte: Elisângela Freitas/Sest Senat

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

23 de outubro de 2019

Piora a qualidade das rodovias brasileiras

Pesquisa CNT de Rodovias indica que 59% da extensão avaliada apresenta problemas

23 de outubro de 2019

Fetronor realiza reunião com técnicos

e coordenadores do Despoluir em Natal

21 de outubro de 2019

Frente Parlamentar Mista apresenta emenda

para criação do Fundo Nacional de Financiamento do Transporte Público

MAIS NOTÍCIAS