comunicação

Notícias

23 de dezembro de 2013

Recife recebe R$ 1,9 bi para obras de mobilidade
Verba do Governo Federal inclui cinco faixas exclusivas para ônibus

Recife recebe R$ 1,9 bi para obras de mobilidade

As obras do VLT na Avenida Norte, de cinco faixas exclusivas para ônibus pelo sistema Bus Rapid Service (BRS) e da Rota Sul do projeto de navegabilidade Rios da Gente devem começar no segundo semestre de 2014. Anunciados na última terça-feira pela presidente Dilma Rousseff durante visita a Pernambuco, os novos corredores ferroviário, terrestre e fluvial foram detalhados ontem pela Prefeitura do Recife, que recebeu verba de R$ 1,9 bilhão do governo federal. A linha do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na Zona Norte, orçada em R$ 1,6 bilhão, é a principal obra do pacote e deve ficar pronta até o início de 2017, pois tem tempo de execução previsto de até 30 meses.

O VLT, que deve passar pelo canteiro central da avenida, terá 13,4 km e 17 estações, do Terminal Integrado da Macaxeira até o de Joana Bezerra. Segundo o secretário de Desenvolvimento e Planejamento Urbano, Antônio Alexandre, a linha vai atender uma demanda estimada em 128 mil passageiros por dia. A licitação para a implantação do VLT, que terá dois vagões e será operado pelo Grande Recife Consórcio de Transportes, deve acontecer em março de 2014. O edital vai incluir o projeto executivo e a obra. Além do projeto e da obra do VLT Norte, o pacote anunciado pela presidente prevê verba de R$ 31,7 milhões para a elaboração de projetos para as linhas Sul e Centro do VLT. O projeto inclui o bairro de Boa Viagem.

Para que a intervenção seja realizada na Avenida Norte, haverá desapropriações nos arredores. No projeto estão incluídas também ações de drenagem, construção de ciclovia, limpeza, sinalização, iluminação pública e embutimento de fios. “É uma obra fundamental, pois trata-se de uma área de alta densidade demográfica, beneficiando 18 bairros da Zona Norte”, destacou o secretário Antônio Alexandre. De acordo com o Grande Recife, a operação do VLT ainda está em discussão. Inicialmente, a avenida iria receber o sistema BRT (Bus Rapid Transit), mas acabou de fora das obras do PAC Mobilidade. Em junho, porém, a presidente anunciou mais um pacote para a mobilidade e deu preferência a projetos ferroviários, e o projeto foi modificado do modelo BRT para VLT.

Faixa Azul

Cinco corredores exclusivos para ônibus também foram anunciados pela presidente. As obras vão custar R$ 98,3 milhões e serão semelhantes à Faixa Azul já implementada na capital pernambucana. De acordo com o projeto, estão previstos 5,5 km de pista exclusiva na Avenida Abdias de Carvalho, 7 km na Avenida Beberibe e 2,6 km na Avenida Recife, além de um trecho a ser definido entre as avenidas Domingos Ferreira e Conselheiro Aguiar.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

18 de julho de 2019

Sest Senat promove a Semana do Motorista

Unidades do RN e PB realização várias atividades de 21 a 28 de julho

17 de julho de 2019

Uber tira usuários do transporte coletivo em SP

De cada 10 usuários do Uber Juntos, seis eram do transporte público

16 de julho de 2019

EaD do SEST SENAT lança novos cursos

Cursos são gratuitos para trabalhadores do transporte

MAIS NOTÍCIAS