comunicação

Notícias

23 de dezembro de 2013

Recife recebe R$ 1,9 bi para obras de mobilidade
Verba do Governo Federal inclui cinco faixas exclusivas para ônibus

Recife recebe R$ 1,9 bi para obras de mobilidade

As obras do VLT na Avenida Norte, de cinco faixas exclusivas para ônibus pelo sistema Bus Rapid Service (BRS) e da Rota Sul do projeto de navegabilidade Rios da Gente devem começar no segundo semestre de 2014. Anunciados na última terça-feira pela presidente Dilma Rousseff durante visita a Pernambuco, os novos corredores ferroviário, terrestre e fluvial foram detalhados ontem pela Prefeitura do Recife, que recebeu verba de R$ 1,9 bilhão do governo federal. A linha do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na Zona Norte, orçada em R$ 1,6 bilhão, é a principal obra do pacote e deve ficar pronta até o início de 2017, pois tem tempo de execução previsto de até 30 meses.

O VLT, que deve passar pelo canteiro central da avenida, terá 13,4 km e 17 estações, do Terminal Integrado da Macaxeira até o de Joana Bezerra. Segundo o secretário de Desenvolvimento e Planejamento Urbano, Antônio Alexandre, a linha vai atender uma demanda estimada em 128 mil passageiros por dia. A licitação para a implantação do VLT, que terá dois vagões e será operado pelo Grande Recife Consórcio de Transportes, deve acontecer em março de 2014. O edital vai incluir o projeto executivo e a obra. Além do projeto e da obra do VLT Norte, o pacote anunciado pela presidente prevê verba de R$ 31,7 milhões para a elaboração de projetos para as linhas Sul e Centro do VLT. O projeto inclui o bairro de Boa Viagem.

Para que a intervenção seja realizada na Avenida Norte, haverá desapropriações nos arredores. No projeto estão incluídas também ações de drenagem, construção de ciclovia, limpeza, sinalização, iluminação pública e embutimento de fios. “É uma obra fundamental, pois trata-se de uma área de alta densidade demográfica, beneficiando 18 bairros da Zona Norte”, destacou o secretário Antônio Alexandre. De acordo com o Grande Recife, a operação do VLT ainda está em discussão. Inicialmente, a avenida iria receber o sistema BRT (Bus Rapid Transit), mas acabou de fora das obras do PAC Mobilidade. Em junho, porém, a presidente anunciou mais um pacote para a mobilidade e deu preferência a projetos ferroviários, e o projeto foi modificado do modelo BRT para VLT.

Faixa Azul

Cinco corredores exclusivos para ônibus também foram anunciados pela presidente. As obras vão custar R$ 98,3 milhões e serão semelhantes à Faixa Azul já implementada na capital pernambucana. De acordo com o projeto, estão previstos 5,5 km de pista exclusiva na Avenida Abdias de Carvalho, 7 km na Avenida Beberibe e 2,6 km na Avenida Recife, além de um trecho a ser definido entre as avenidas Domingos Ferreira e Conselheiro Aguiar.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

15 de outubro de 2019

Reforma tributária: CNT vai ouvir transportadores

na segunda fase da pesquisa

15 de outubro de 2019

Aplicativo de ônibus reduz uso do carro

Inovação do transporte coletivo começa a mostrar resultados

12 de outubro de 2019

Sest Senat inaugura unidade de João Câmara-RN

Evento contou com a presença do presidente da CNT

MAIS NOTÍCIAS