comunicação

Notícias

08 de junho de 2018

Projeto de lei
de incêndio a ônibus

Projeto de lei

Diante dos últimos acontecimentos envolvendo crimes de incêndio a ônibus no Estado de Minas Gerais, a Frente Parlamentar do Transporte Público (FPTP) encaminhou na última quarta-feira, 6 de junho, um ofício ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, solicitando que o Projeto de Lei 1.572/2007, que aumenta as penas para crimes de incêndio em ônibus, trens e metrôs, seja pautado em caráter de urgência para votação no plenário da Câmara dos Deputados.

Os números de ônibus incendiados no Brasil são alarmantes. De 2004 até 6 de junho de 2018, esse crime já tirou de circulação 2.286 ônibus, causando um impacto de R$ 1 bilhão de reais em toda a sociedade. Só para reposição de veículos foram necessários R$ 914 milhões, custo arcado pelas empresas. Em 2018, 141 ônibus já foram incendiados, causando transtornos a 71 mil passageiros.

A Região Sudeste comanda o ranking com 81,6% dos casos (115 ocorrências), sendo que mais da metade foram no Estado de Minas Gerais, com 76 ônibus queimados, ou 53,9% desse total. A NTU também se posicionou no dia 5 de junho divulgando uma nota de repúdio, enviada à imprensa nacional, expondo os impactos gerados pelos incêndios e os prejuízos causados às empresas e à sociedade. A entidade permanece compilando os dados e atualizando a imprensa.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

08 de dezembro de 2018

Despoluir realiza visitas técnicas

às empresas de transportes da Paraíba

07 de dezembro de 2018

Caroline de Sousa é a vencedora do Concurso

de Redação "Despoluir para preservar"

06 de dezembro de 2018

Cursos gratuitos para gerir negócios no transporte

Capacitações do SEST SENAT ajudam transportadores

MAIS NOTÍCIAS