comunicação

Notícias

07 de novembro de 2013

População apoia faixas exclusivas
Pesquisa CNT/MDA mostra que brasileiros desaprovam congestionamentos

População apoia faixas exclusivas

 

A Pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta quinta-feira (7), revela que 66,5% da população apoia a criação de faixas exclusivas de ônibus. No caso das cidades com mais de 100 mil habitantes, o percentual é ainda maior, 82,6%. Transporte e mobilidade urbana são um dos principais temas abordados pelo levantamento da Confederação Nacional do Transporte (CNT).
Sobre os congestionamentos, 47,4% dos entrevistados disseram que enfrentam o problema em suas cidades, enquanto 52,6% responderam que não. A questão é mais preocupante nos grandes centros urbanos – 76,1% dos cidadãos convivem diariamente com engarrafamentos e 23,9% não.
As principais razões para o trânsito caótico nas cidades, segundo os entrevistados, são: excesso de carros nas ruas (51,3%), baixo investimento público em mobilidade urbana (23,6%), transporte urbano insuficiente (11,8%), cidades com ruas estreitas (10,2%), ônibus, trens e metrôs sucateados (2,3%). Apenas 0,8% não souberam responder ao questionamento.
A principal opção de transporte público disponível nas cidades é o ônibus (86,1%). Completam a lista os táxis (59,8%), trens (15,7%) e metrôs (14,4%). Nas cidades com mais de 100 mil habitantes, o ônibus é a principal opção de locomoção para 97,5% dos entrevistados.
Fonte: CNT Notícias

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

18 de julho de 2019

Sest Senat promove a Semana do Motorista

Unidades do RN e PB realização várias atividades de 21 a 28 de julho

17 de julho de 2019

Uber tira usuários do transporte coletivo em SP

De cada 10 usuários do Uber Juntos, seis eram do transporte público

16 de julho de 2019

EaD do SEST SENAT lança novos cursos

Cursos são gratuitos para trabalhadores do transporte

MAIS NOTÍCIAS