comunicação

Notícias

19 de outubro de 2012

Passagem de ônibus no Rio deve ser a mais cara do Brasil após reajuste em 2013
No começo deste ano, com um índice de reajuste de 10%, o valor da passagem saltou de R$ 2,50 para R$ 2,75

Passagem de ônibus no Rio deve ser a mais cara do Brasil após reajuste em 2013

O reajuste anual da passagem de ônibus no Rio de Janeiro, previsto para janeiro de 2013, deve fazer com que a capital fluminense tenha a tarifa de ônibus mais cara do país. O valor pode ultrapassar os R$ 3, segundo cálculos feitos pelo jornal "O Dia", que levou em conta a iniciativa do governo municipal de exigir das empresas a instalação de ar-condicionado e piso baixo em toda a frota.

No começo deste ano, com um índice de reajuste de 10%, o valor da passagem saltou de R$ 2,50 para R$ 2,75.

Em entrevista à rádio CBN, o prefeito reeleito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), confirmou que uma cláusula no contrato de concessão dos quatro consórcios que administram as linhas de ônibus da cidade prevê o aumento anual, sempre no dia 2 de janeiro.

No entanto, o peemedebista desconversou quando questionado sobre os valores do próximo reajuste.

Segundo a reportagem do jornal "O Dia", a passagem será superior a R$ 3,05.

"No programa de governo eu já colocava que todos os ônibus da cidade do Rio de Janeiro terão ar-condicionado até 2016. Eu acho patético a gente ter, em uma cidade com as características do Rio, o ônibus com ar-condicionado custando três vezes mais do que o valor do Bilhete Único. Para equilibrar isso, precisamos voltar para a realidade", afirmou.

"O que significa uma nova realidade hoje? Ela tem um reajuste que ocorre sempre, uma vez por ano, em janeiro. É um reajuste estabelecido no contrato de concessão.

Para ter o investimento, pode ser que você tenha um reajuste maior. Mas eu não falei valor. Não sei é R$ 3,05, R$ 3,10, R$ 3,20, ou se é R$ 2,50", completou o prefeito.

Uma alternativa para a Prefeitura do Rio seria a de oferecer subsídios ao Rio Ônibus, empresa que reúne as empresas do setor, para manter ou reduzir o impacto do reajuste --caso o investimento em relação à instalação de ar-condicionado em todos os veículos saia do papel.

Atualmente, entre as capitais, a tarifa de ônibus mais cara do Brasil é cobrada em São Paulo (R$ 3), segundo levantamento da empresa Ticket Transporte. Com o valor atual (R$ 2,75), o Rio ocupa a sexta colocação no ranking.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

15 de outubro de 2019

Reforma tributária: CNT vai ouvir transportadores

na segunda fase da pesquisa

15 de outubro de 2019

Aplicativo de ônibus reduz uso do carro

Inovação do transporte coletivo começa a mostrar resultados

12 de outubro de 2019

Sest Senat inaugura unidade de João Câmara-RN

Evento contou com a presença do presidente da CNT

MAIS NOTÍCIAS