comunicação

Notícias

18 de outubro de 2012

Motoqueiros entre maiores vítimas nas BRs
Das 11 mortes ocorridas nas estradas federais que cortam Pernambuco nesse feriadão, cinco foram de motoclistas

Motoqueiros entre maiores vítimas nas BRs

O feriadão de 12 de outubro terminou com um grande número de motociclistas mortos nas estradas de Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), dos 11 óbitos registrados, cinco foram de usuários de motos. Praticamente, a metade dos acidentes com mortes (45,4%). Outros cinco óbitos foram resultado de uma colisão envolvendo um ônibus, ocorrida na manhã de domingo, na BR-101, em Goiana, Mata Norte. Todas as vítimas eram da mesma família. Um acidente, entre um Chevette e um caminhão, em Petrolina, também deixou uma pessoa morta. Para se ter uma ideia do risco de andar sobre duas rodas nas estradas, dos 97 desastres registrados pela PRF, 30 deles envolveram motocicletas. Isso representa 30,9% das ocorrências.

Como não houve a mesma operação no ano passado, pois o dia 12 caiu em uma quarta-feira, a referência estatística utilizada foi o índice do feriadão da Independência de 2012, devido à semelhança entre os formatos, com quatro dias de apuração. Baseado nos números da PRF, percebe-se que houve um aumento tanto de acidentes nas rodovias federais quanto de óbitos. Enquanto no 7 de Setembro ocorreram 89 desastres, no 12 de outubro foram 97. Das pessoas acidentadas, sete vieram a óbito no primeiro feriadão, sendo três motociclistas. No de Nossa Senhora Aparecida, 11 pessoas morreram. Cinco eram motociclistas.

Comparando o número de motoqueiros mortos nos acidentes ocorridos nos dois feriados, verifica-se que houve um aumento de 42,85% para 45,4%. Percentual alto, que beira 50% dos casos de falecimento nas estradas pernambucanas.

Para o coordenador executivo do Comitê de Prevenção aos Acidentes de Moto em Pernambuco (Cepam), João Veiga, o grande número de motociclistas mortos nas rodovias federais é resultado da falta de políticas municipais de fiscalização. “O problema todo está nos trechos das estradas federais nos perímetros urbanos. É aí que mora o perigo. Na maioria das vezes, os acidentes com motoqueiros acontecem nas áreas urbanas das rodovias.”

Na tentativa de desenvolver políticas públicas para evitar acidentes envolvendo motociclistas, Veiga afirmou que o governo marcou uma reunião para o dia 7 de novembro, em Arcoverde, no Sertão, com os atuais gestores e os futuros prefeitos. “Esperamos que os novos prefeitos tenham decisão política para salvar vidas.”

Brasil - Em todo o País, o número de mortes em acidentes de trânsito no feriado teve queda de 20% em relação ao feriadão da Independência. Entre os dias 11 e 14 de outubro, período da operação Nossa Senhora de Aparecida, foram registrados 94 mortos, enquanto o feriado de 7 de Setembro teve 117 mortes nas estradas.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

18 de julho de 2019

Sest Senat promove a Semana do Motorista

Unidades do RN e PB realização várias atividades de 21 a 28 de julho

17 de julho de 2019

Uber tira usuários do transporte coletivo em SP

De cada 10 usuários do Uber Juntos, seis eram do transporte público

16 de julho de 2019

EaD do SEST SENAT lança novos cursos

Cursos são gratuitos para trabalhadores do transporte

MAIS NOTÍCIAS