comunicação

Notícias

01 de fevereiro de 2016

Investimento
Redução foi de 11,8%

Investimento

O informativo Economia em Foco, divulgado pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) na sexta-feira (28), aponta que o governo federal reduziu em 11,8% os valores destinados a investimentos para infraestrutura de transporte neste ano, na comparação com 2015. Por enquanto, foram alocados no PLOA (Projeto de Lei Orçamentária) de 2016 R$ 12,3 bilhões para o setor. A redução dos recursos decorre dos cortes orçamentários definidos para promover o ajuste fiscal.

"A decisão do governo federal de reduzir o ritmo de investimento para reequilibrar suas contas e, assim, promover o ajuste fiscal necessário é um obstáculo à adequação e ao aumento da capacidade da infraestrutura de transporte nacional, já considerada precária pelos transportadores", destaca a Confederação Nacional do Transporte.

No informativo, a CNT alerta, ainda, que "postergar os investimentos pode prejudicar as obras já em andamento, assim como impossibilitar a realização daquelas importantes para dinamizar a atividade de transporte no Brasil". Também chama a atenção para o risco de a redução das verbas contribuir para a aceleração do desgaste da infraestrutura instalada, devido à falta de recursos para promover sua manutenção.

A publicação, intitulada "Transportadores, o que esperar de 2016?", faz um balanço dos principais desafios que serão enfrentados pelo setor em 2016 frente à crise econômica por que passa o Brasil, com o aumento dos combustíveis, a redução na demanda e a alta do dólar. "Tendo o transporte uma função meio na viabilização das transações de qualquer natureza, resultados negativos na esfera econômica impactam fortemente a demanda e, consequentemente, o desempenho do setor", diz o Economia em Foco.

Para a CNT, o governo e o setor transportador precisam adotar medidas para minimizar os efeitos negativos dessa conjuntura. "Ações que promovam a eficiência e a produtividade são fundamentais para que o setor atravesse esse momento de crise econômica e, da mesma forma, ajudem a transformar e dinamizar o setor de transporte e logística do país", conclui o informativo.

Natália Pianegonda

Agência CNT de Notícias

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

15 de outubro de 2019

Reforma tributária: CNT vai ouvir transportadores

na segunda fase da pesquisa

15 de outubro de 2019

Aplicativo de ônibus reduz uso do carro

Inovação do transporte coletivo começa a mostrar resultados

12 de outubro de 2019

Sest Senat inaugura unidade de João Câmara-RN

Evento contou com a presença do presidente da CNT

MAIS NOTÍCIAS