comunicação

Notícias

29 de novembro de 2012

Fetronor participa do Nominuto Econômico e Social
Evento debateu propostas e ações para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte

Fetronor participa do Nominuto Econômico e Social

O superintendente da Fetronor, Eiblyng Scardini Menegazzo, representou a entidade nas discussões do Nominuto Econômico e Social, realizado nos dias 27 e 28 no salão de eventos do Hotel Ocean Palace. A parceria entre Sinduscon, Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Sebrae e o portal Nominuto.com, teve como palestrantes o consultor econômico Raul Velloso, o superintendente do DNIT, Ézio Gonçalves dos Reis e o ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Moreira Franco.

O Ministro Moreira Franco falou sobre o crescimento da classe média e as novas conquistas. Mostrando que esta está impulsionando o crescimento do Brasil, através do aumento no consumo. A Fetronor enxerga isso como uma grande conquista. De acordo com Eiblyng Scardini, o poder público precisa acompanhar este crescimento, principalmente no que tange a questão da infraestrutura das cidades. "O sonho da compra de um carro por exemplo tornou-se realidade para uma boa parcela da população brasileira, isto trouxe o crescimento da frota de carros de maneira desproporcionalmente maior que todos os outros crescimentos apresentados pelo Brasil e isto ocasionou um sufocamento quase letal para as cidades. É preciso haver uma atitude por parte dos gestores públicos, seja através de obras de infra estrutura, direcionamento de políticas, ou restrição e ordenamento do uso de veículos particulares em determinadas regiões problemáticas. Somos totalmente favoráveis ao crescimento, produção, e compra de automóveis, somos contrários ao cerceamento do direito coletivo em detrimento do individual. Se não há infra estrutura que comporte todos, é necessário regulamentar. A Lei 12.587/2012 da Mobilidade Urbana resolve isto priorizando o transporte coletivo sobre o individual, e dá outras providências", defende o superintendente.

Mas para que essas mudanças ocorram, o dirigente defende uma integração nacional. "Achamos que é preciso haver uma integração maior entre os entes federais, estaduais e municipais, afim de buscarem soluções conjuntas para o problema da mobilidade urbana. Caso não haja essa integração, não haverá também a solução. É preciso sentarmos todos a uma mesma mesa, e discutirmos o problema em conjunto, e buscarmos soluções conjuntas, como o VLT, o BRT que não se houve falar aqui no estado, a acessibilidade nas ruas, calçadas e edificações, e o ordenamento de uso e ocupação do solo. Caso não ocorra essa integração, as ações isoladas não resolverão os problemas enfrentado por todos os cidadãos", disse o superintendente Eiblyng Scardini, que elogiou a iniciativa do Nominuto.com, "os debates foram de extrema importância para a evolução econômica do estado, é importante valorizar os eventos econômicos do Rio Grande do Norte, principalmente quando o debate é de cooperação e com ações que contribuam para o desenvolvimento do estado”, encerrou.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

15 de outubro de 2019

Reforma tributária: CNT vai ouvir transportadores

na segunda fase da pesquisa

15 de outubro de 2019

Aplicativo de ônibus reduz uso do carro

Inovação do transporte coletivo começa a mostrar resultados

12 de outubro de 2019

Sest Senat inaugura unidade de João Câmara-RN

Evento contou com a presença do presidente da CNT

MAIS NOTÍCIAS