comunicação

Notícias

27 de agosto de 2014

Empresas da RMR operam no prejuízo
Afirmação é do presidente da Urbana-PE, Fernando Bandeira

Empresas da RMR operam no prejuízo

O presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE), Fernando Bandeira alegou, em entrevista coletiva, no dia 25, que recorreu ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) para suspensão do aumento de 10% para os rodoviários da Região Metropolitana do Recife, porque as empresas estão operando no prejuízo, pois as receitas não cobrem os gastos. O patronato afirma que o sistema de transporte de público de passageiros da RMR é custeado unicamente pela tarifa e, como último reajuste nas passagens foi em janeiro de 2012, as receitas não aumentaram proporcionalmente às despesas.

Ainda de acordo com Bandeira, a Urbana-PE vem conversando com o governo para tentar mudar o modelo de financiamento. Atualmente, segundo ele, as empresas estão usando o dinheiro para a depreciação - usado principalmente para renovação da frota - e a verba da remuneração - taxa interna de retorno ou lucro real, que seria para repasse ao empresário. Segundo Bandeira, entre as opções para contornar a situação atual das empresas, seria não pagar impostos ou parcelar através Refis - programa de renegociação de débitos federais. Questionado se há intenção de aumentar o valor das tarifas, o sindicato não deu um posicionamento, afirmando que irá solicitar uma solução junto ao governo. Bandeira diz, ainda, que as empresas Santa Cruz e São Paulo fecharam devido ao não pagamento dos impostos. Segundo o presidente, as empresas receberam a desoneração de 8,5% referente ao diesel usado pela frota, mas que a ajuda é insuficiente.

RODOVIÁRIOS

Os milhares de usuários do transporte público na Região Metropolitana do Recife podem ficar tranquilos, por enquanto. Em coletiva de imprensa, na tarde desta terça-feira (26), o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Pernambuco garantiu que não haverá paralisação nesta terça, quarta e quinta. O ato de advertência, será na próxima sexta (29), das 4h às 8h da manhã.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

15 de outubro de 2019

Reforma tributária: CNT vai ouvir transportadores

na segunda fase da pesquisa

15 de outubro de 2019

Aplicativo de ônibus reduz uso do carro

Inovação do transporte coletivo começa a mostrar resultados

12 de outubro de 2019

Sest Senat inaugura unidade de João Câmara-RN

Evento contou com a presença do presidente da CNT

MAIS NOTÍCIAS