comunicação

Notícias

10 de julho de 2019

Transporte pirata
é infração gravíssima

Transporte pirata

Foi publicada nesta terça-feira (9) no Diário Oficial da União a Lei 13.855, que aumenta a punição para transporte pirata. A nova lei foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro sem vetos. A norma é baseada em projeto de lei apresentado pelo deputado Daniel Coelho (Cidadania-PE). O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 109/2017, aprovado pela Câmara dos Deputados em 2017 e pelo Senado no mês passado, altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503, de 1997).

Segundo a lei, o transporte pirata — seja de ônibus ou van escolar sem autorização ou transporte remunerado de pessoas ou bens — passa a ser classificado de infração gravíssima, com multa (multiplicada por cinco, no caso do escolar) e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além da remoção do veículo como medida administrativa. As novas punições entram em vigor em 90 dias a contar desta terça-feira. Hoje o Código de Trânsito Brasileiro classifica o transporte escolar ilegal como infração grave, e o de pessoas e bens, como infração média.

Foto: Elza Fiuza/ Agência Brasil

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

15 de outubro de 2019

Reforma tributária: CNT vai ouvir transportadores

na segunda fase da pesquisa

15 de outubro de 2019

Aplicativo de ônibus reduz uso do carro

Inovação do transporte coletivo começa a mostrar resultados

12 de outubro de 2019

Sest Senat inaugura unidade de João Câmara-RN

Evento contou com a presença do presidente da CNT

MAIS NOTÍCIAS