comunicação

Notícias

11 de dezembro de 2015

COP 21 - Despoluir faz a sua parte
Fetronor trabalha no controle

COP 21 - Despoluir faz a sua parte

Nesta sexta-feira (11) encerrou a COP 21, a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, em que praticamente todos os países do mundo devem chegar a um acordo para reduzir as emissões de gases causadores do efeito estufa. A discussão entre chefes de Estado é evitar o aquecimento de 2 graus Celsius (considerado "perigoso") está se fechando. Segundo o IPCC (painel de cientistas do clima da ONU), para que o planeta tenha uma chance razoável de cumprir esse objetivo, é preciso que as emissões comecem a cair a partir de 2020.

No Brasil, a CNT, o Sest Senat e federações filiadas já estão fazendo a sua parte através do Despoluir, o Programa Ambiental do Transporte. O projeto destinado a redução da emissão de poluentes por meio da avaliação veicular, tem como objetivo melhorar da qualidade do ar e do uso racional de combustíveis. Em oito anos de criação, já foram realizadas mais de 1,5 milhão de aferições em todo o Brasil.

Na base da Fetronor, responsável pelo Despoluir nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas, ja foram realizadas quase 200 mil aferições. De acordo com o presidente da federação, Eudo Laranjeiras, isso mostra o engajamento das empresas de transportes na luta pela preservação do meio-ambiente. "Nesse período de conferência mundial sobre a importância da redução da emissão de gases poluentes, é bom lembrar que o setor de transportes já vem fazendo a sua parte há muitos anos através do Despoluir, contribuindo para a diminuição dos gases e particulas, além de reduzir o consumo de combustível", comentou.

O Programa do Despoluir vem obtendo tanto sucesso, que em breve será ampliado. Segundo Eudo, ja um projeto para transformar os resultados positivos em crédito carbono, que surgiu a partir do Protocolo de Quioto, acordo internacional que prevê a redução certificada das emissões. "Uma vez conquistada essa certificação, quem promove a redução da emissão de gases poluentes tem direito a créditos de carbono e pode comercializá-los com os países que têm metas a cumprir", explica o presidente da Fetronor.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

18 de julho de 2019

Sest Senat promove a Semana do Motorista

Unidades do RN e PB realização várias atividades de 21 a 28 de julho

17 de julho de 2019

Uber tira usuários do transporte coletivo em SP

De cada 10 usuários do Uber Juntos, seis eram do transporte público

16 de julho de 2019

EaD do SEST SENAT lança novos cursos

Cursos são gratuitos para trabalhadores do transporte

MAIS NOTÍCIAS