comunicação

Notícias

30 de abril de 2019

Confira o ranking
de qualificação 2019

Confira o ranking

O SEST SENAT divulgou o ranking com a classificação dos inscritos para participarem do projeto Qualificação Profissional para Cobrador no Transporte Coletivo de Passageiros. A iniciativa capacitará gratuitamente cobradores de ônibus para que possam atuar como motoristas profissionais.

O projeto ocorre em 46 Unidades do SEST SENAT, em 18 estados e no Distrito Federal. Clique aqui para consultar o ranking em cada uma das Unidades

A classificação dos candidatos foi definida por meio de sorteio aleatório, realizado pelo sistema informatizado de gestão de inscrições, conforme previsto no edital do projeto.

Convocações serão feitas exclusivamente por e-mail

As convocações dos candidatos serão feitas exclusivamente por e-mail. Elas ocorrerão até que todas as vagas sejam ocupadas em cada uma das Unidades Operacionais participantes.

A partir do envio do e-mail com a convocação, o candidato terá até três dias úteis para ir à Unidade Operacional e apresentar a documentação que comprove as informações declaradas na inscrição. Por isso, fique atento!

Caso o candidato esteja impossibilitado de ir até a Unidade no prazo estabelecido, deverá entrar em contato com o SEST SENAT. Haverá prorrogação apenas com apresentação de atestado médico (se apresentado até a data limite de comparecimento).

O projeto Qualificação Profissional para Cobrador no Transporte Coletivo de Passageiros viabiliza a mudança da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) da categoria B para a D e oferta cursos específicos para o transporte de passageiros.

Fonte: Agência CNT

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

18 de julho de 2019

Sest Senat promove a Semana do Motorista

Unidades do RN e PB realização várias atividades de 21 a 28 de julho

17 de julho de 2019

Uber tira usuários do transporte coletivo em SP

De cada 10 usuários do Uber Juntos, seis eram do transporte público

16 de julho de 2019

EaD do SEST SENAT lança novos cursos

Cursos são gratuitos para trabalhadores do transporte

MAIS NOTÍCIAS