comunicação

Notícias

17 de novembro de 2014

Como funciona o transporte público?
NTU lança campanha para esclarecer o usuário

Como funciona o transporte público?

Você sabe como funciona o transporte público por ônibus? Para responder esta pergunta, a Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) lança uma campanha para esclarecer a sociedade sobre as atribuições de quem fornece o serviço (empresas) e de quem o contrata (poder público). Na série de cinco vídeos, a campanha retrata ainda os custos envolvidos na operação, a definição de tarifa e a necessidade de investimentos.

Para o presidente executivo da NTU, Otávio Cunha, um dos motivos para o lançamento da campanha é a falta de esclarecimento do usuário sobre o funcionamento do sistema de transporte público por ônibus, isso leva o cidadão a cobrar das empresas atribuições que competem ao órgão gestor.“Com essa iniciativa pretendemos esclarecer várias questões que envolvem o serviço de transporte coletivo, entre elas, o papel do empresário de ônibus, que segue as determinações do contrato de serviço, efetivado por meio de concorrência pública", explica. O presidente esclarece que os contratos são definidos por secretárias de transporte e trânsito das cidades (governo municipal) e não pelo empresário.

O conteúdo da campanha estará disponível no site www.transportepublico.org.br. Os vídeos ainda poderão ser acessados no canal NTU Brasil no YouTube.

Campanha

Promovida pela NTU, com a parceria das empresas associadas e entidades filiadas, a campanha vai tratar de cinco temas que ajudam o cidadão a entender melhor o funcionamento do sistema de transporte urbano: responsabilidades, custos, tarifa, investimentos e qualidade.

Os vídeos explicam de quem é a competência de organizar as linhas e horários, manter os pontos de parada, investir em qualidade e acessibilidade e definir os valores das tarifas dos ônibus. Outro assunto é a definição da tarifa e a relação dela com os custos de operação do sistema. A campanha também reforça a necessidade de unir esforços e recursos públicos e privados para melhorar a qualidade dos serviços. "Transporte público de qualidade custa caro", frisa Otávio Cunha.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

05 de dezembro de 2019

Fortaleza tem serviço de transporte coletivo por aplicativo

Serviço não tem rota fixa, oferece conforto e preço acessível

04 de dezembro de 2019

Simulador previdenciário da CNT

Trabalhador poderá calcular o tempo para se aposentar e o valor do benefício

02 de dezembro de 2019

Diagnóstico Socioambiental será entregue no dia 9

Despoluir vai reunir em Natal as empresas do RN

MAIS NOTÍCIAS