comunicação

Notícias

04 de novembro de 2019

CNT anuncia os
jornalistas vencedores

CNT anuncia os

O 26º Prêmio CNT de Jornalismo já tem os vencedores de 2019. Nesta edição, o Grande Prêmio é do jornalista Guilherme Ramalho de Melo, da GloboNews, com a série de reportagens "GloboNews em movimento". O trabalho aborda o futuro do transporte e a mobilidade sustentável, com foco em soluções para tornar as cidades mais inclusivas e sustentáveis. Essa premiação máxima, no valor de R$ 60 mil, é oferecida à reportagem que recebe a melhor nota geral do corpo de jurados.

Os vencedores das outras categorias recebem R$ 35 mil cada um. São eles: Cid Martins, Rádio Gaúcha, com a reportagem "Maio Amarelo - Quatro em cada dez crianças vítimas de acidentes de trânsito em Porto Alegre foram atropeladas" (categoria Rádio); Renato Ferezim, TV Globo, "Descaminhos do Brasil" (categoria Televisão); Guilherme Paranaíba, Estado de Minas, "Para onde vamos - Mobilidade x Modernidade" (categoria Impresso); Saulo Araújo da Silva, Portal Metrópoles, "Carros-fortes, homens indefesos" (categoria Internet); Igo Estrela Caseiro, Portal Metrópoles, "Carros-fortes, homens indefesos" (categoria Fotografia); Leonardo Cavalcanti, Correio Braziliense, "O esquecido caminho das águas" (categoria Meio Ambiente e Transporte).

O Prêmio CNT de Jornalismo valoriza matérias e fotografias que contribuem para o desenvolvimento do setor de transporte de cargas e de passageiros. Neste ano, o corpo de jurados foi formado por André Luiz Costa, diretor geral de Mídias Digitais do Grupo Bandeirantes; Alexandre Calais, editor de economia do jornal O Estado de São Paulo; Eduardo Costa, jornalista apresentador da Rádio Itatiaia e da TV Record; Lilian Tahan, diretora-executiva do portal Metrópoles; e Amir Mattar Valente, professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina e coordenador geral do Labtrans (Laboratório de Transporte e Logística) da universidade.

Na etapa inicial, as 272 reportagens e fotografias passaram pela análise da Comissão Organizadora e foram avaliadas por um grupo de pré-selecionadores, formado por cinco jornalistas com atuação acadêmica. São considerados aspectos como relevância para o setor de transporte, para o transportador e para a sociedade; qualidade editorial; criatividade/originalidade; e atualidade dos temas.

De acordo com o presidente da CNT, Vander Costa, "o prêmio, ao longo dos seus 26 anos, tem estimulado o crescimento do setor de transporte e valorizado o bom jornalismo". A entrega da premiação será no dia 4 de dezembro, durante cerimônia em Brasília (DF).

Conheça os trabalhos vencedores:

Grande Prêmio

"GloboNews em movimento"

Guilherme Ramalho de Melo, GloboNews

Clique aqui para assistir

Impresso

"Para onde vamos - Mobilidade x Modernidade"

Guilherme Paranaíba Gouveia, Estado de Minas

Clique aqui para baixar

Internet

"Carros-fortes, homens indefesos"

Saulo Araújo, Metrópoles

Clique aqui para acessar

Fotografia

"Carros-fortes, homens indefesos"

Igo Estrela Caseiro, Metrópoles

Clique aqui para acessar

Rádio

"Maio Amarelo - Quatro em cada dez crianças vítimas de acidentes de trânsito em Porto Alegre foram atropeladas"

Cid Martins, Rádio Gaúcha

Clique aqui para ouvir

Televisão

"Descaminhos do Brasil"

Renato Ferezim, TV Globo

Clique aqui para assistir Link 1 | link 2

Meio Ambiente e Transporte

"O esquecido caminho das águas"

Leonardo Cavalcanti, Correio Braziliense

Fonte: CNT

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

20 de novembro de 2019

Despoluir realiza palestra na Sipatma

da empresa Cidade Alta de Pernambuco

19 de novembro de 2019

Despoluir visita empresas da Paraíba

Filiados da Fetronor recebem orientação técnica

18 de novembro de 2019

Especialistas debatem na CNT

iniciativas sustentáveis do transporte

MAIS NOTÍCIAS