comunicação

Notícias

29 de novembro de 2017

Clésio Andrade
personalidade do transporte

Clésio Andrade

O presidente da CNT (Confederação Nacional do Transporte) e dos Conselhos Nacionais do SEST e do SENAT, Clésio Andrade, foi homenageado como personalidade do transporte pela Revista Transporte Moderno, nesta terça-feira (28), em solenidade realizada em São Paulo. A premiação representa o reconhecimento ao trabalho que Clésio Andrade vem empreendendo em prol do setor, desde a década de 1960, quando começou sua relação com o transporte, e que culminou, nos anos 1990, com a presidência da CNT. De lá para cá, sua atuação contribuiu para conquistas e avanços do setor, conferindo representatividade e relevância nacional ao transporte.

Em seu discurso, Clésio Andrade declarou estar honrado com a homenagem, agradeceu à publicação e revisitou as conquistas do transporte brasileiro nas últimas décadas, exaltando o papel da CNT nesse processo. "Acredito que nosso maior mérito, meu e de meus companheiros, foi criar uma estratégia de sustentação política, de trabalhos técnicos e de apoio ao nosso transportador e aos nossos trabalhadores, com valorização e representatividade." Segundo ele, no âmbito institucional, a Confederação buscou, ao longo dos anos, inserir os transportadores nos grandes debates nacionais, valorizando-os na atuação e na representatividade junto aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Durante a homenagem, Clésio Andrade destacou ainda que, nas últimas décadas, o Sistema CNT também contribuiu para a qualificação, a profissionalização e a modernização do setor de transporte e logística, a partir da criação do SEST e do SENAT. "Nosso setor se orgulha de ter construído instituições, como o SEST e o SENAT, que são reconhecidas e aplaudidas como modelos de inovação em gestão de organizações não governamentais, que privilegiam a economia e a racionalidade no uso de recursos, centralizam atividades-meio, e descentralizam e focam na atividade-fim e nos objetivos sociais e profissionais das instituições."

O presidente da CNT salientou que, apesar da crise financeira que afetou diretamente o setor, os transportadores vêm fazendo a sua parte. "Temos que ser otimistas e reconhecer que a economia começa a se recuperar, a crise política está passando e o governo está cumprindo a sua parte, realizando reformas estruturais, como a do teto dos gastos públicos, a do Ensino Médio e a Trabalhista. Há outras a serem feitas, como a da Previdência e a Tributária, que serão pilares para o crescimento sustentado e para a geração de empregos."

Fonte: CNT Notícias

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

21 de agosto de 2018

Tudo pronto para Circuito de Corrida e

Caminha de Rua do Sest Senat Natal

20 de agosto de 2018

Fetronor participa do Fórum Caminhos do RN

Evento reúne os candidatos ao governo do Estado

17 de agosto de 2018

Fetronor participa do relançamento do Mais RN

Documento faz alerta para trajetória do declínio econômico do Estado

MAIS NOTÍCIAS