comunicação

Notícias

18 de janeiro de 2019

Brasil registra
4.330 ônibus queimados

Brasil registra

Por Jéssica Marques - Diário do Transporte

Incêndios a veículos do transporte coletivo são uma preocupação no Brasil pelo menos desde 1987. Um relatório divulgado pela NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos) nesta quinta-feira, 17 de janeiro de 2019, mostra que 4.330 ônibus foram queimados nos últimos 30 anos.

Por região, o sudeste lidera o ranking, com 1.710 casos neste período. Em seguida, está o Nordeste, com 390 casos, seguido do Sul, com 125, Centro-Oeste com 106 e Norte, com 64.

As ocorrências são contabilizadas de 1987 até julho de 2018. Além das vítimas fatais e feridos graves, a queima de ônibus priva as comunidades de transporte, uma vez que a reposição dos veículos leva vários meses.

Os incêndios, segundo a NTU, também geram graves prejuízos econômicos, uma vez que não há cobertura de seguro para esse tipo de sinistro e as empresas têm que arcar integralmente com os custos envolvidos.

SÃO PAULO REGISTRA MAIS OCORRÊNCIAS

São Paulo é o estado que registrou o maior número de ocorrências envolvendo ônibus queimados nos últimos 15 anos. Ao todo, foram 700 veículos totalmente incendiados desde 2004.

O estado do Rio de Janeiro está em segundo lugar, com 570 veículos do transporte coletivo totalmente incendiados. Em seguida, está Minas Gerais, com 385 ônibus queimados de 2004 a 2019.

As cidades com mais ocorrências são a capital paulista, com 441 casos, o Rio de Janeiro, com 336 ocorrências e a Região Metropolitana do Rio, com 122 incêndios.

"Pesquisas nos acervos dos jornais 'O Estado de São Paulo', 'Folha de São Paulo' e 'O Globo' permitiram identificar 2.023 ônibus incendiados no período de 1987 até 2003. A partir de 2004, a NTU iniciou acompanhamento junto às empresas filiadas e a mídia", informou a associação, sobre a metodologia para a realização do levantamento.

Ainda de acordo com o balanço divulgado pela NTU, somente neste mês de janeiro foram 23 coletivos incendiados, sendo 15 apenas no estado do Ceará.

A recente onda de violência em Fortaleza, que já resultou em 15 ônibus queimados, foi um dos motivos que levou a NTU a realizar o balanço e entregar ao governo federal. Os ataques tiveram início neste mês.

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

17 de abril de 2019

Setor alerta governo sobre necessidade

de redução do preço do diesel

16 de abril de 2019

Nova planilha tarifária acompanha

crescimento do transporte coletivo urbano

12 de abril de 2019

Petrobras eleva preço do diesel

Aumento é de 5,74% nas refinarias

MAIS NOTÍCIAS