comunicação

Notícias

19 de julho de 2013

ANTT no combate ao transporte irregular
Passageiros devem consultar os dados do veículo

ANTT no combate ao transporte irregular


Com a ideia de que quem viaja de transporte pirata pode ficar pelo meio do caminho, o Ministério dos Transportes e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) lançaram campanha publicitária para alertar para os riscos do transporte irregular, especialmente com a proximidade da Jornada Mundial da Juventude, que deve atrair 2,5 milhões de pessoas ao Rio de Janeiro.As peças publicitárias já começaram a ser exibidas em rádios e redes sociais.

Para prevenir a contratação de um transporte pirata, os passageiros devem consultar os dados do veículo antes de começar a viagem. Com informações como placa do ônibus, nome e CPF do motorista e CNPJ da empresa, os usuários podem entrar em contato com a agência pelo telefone 166 ou pelo site da ANTT para saber se o transporte está regularizado. Empresas que fazem fretamento de ônibus também devem ter os dados checados.

O Ministério dos Transportes alerta que, além do risco de perder a vida, quem viaja de transporte pirata não tem direito ao apoio da empresa em caso de acidentes. “A empresa pode simplesmente não cumprir o contrato e desaparecer, deixando você e os outros passageiros na mão. Não há exigência das certidões criminais dos motoristas, ou seja: um criminoso pode estar conduzindo o ônibus”, alerta uma das peças publicitárias do governo.

Fonte: ANTT

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

21 de outubro de 2019

Frente Parlamentar Mista apresenta emenda

para criação do Fundo Nacional de Financiamento do Transporte Público

21 de outubro de 2019

Despoluir participa de ação educativa no trânsito

no município de Natal em parceria com PVT, STTU e SME

21 de outubro de 2019

Despoluir visita empresas do Rio Grande do Norte

que participam do Programa Ambiental do Transporte

MAIS NOTÍCIAS