comunicação

Notícias

05 de fevereiro de 2018

Combustível versus
custo operacional

Combustível versus

A inflação do grupo de Transporte, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), encerrou o 2017 com alta de 4,1%, percentual que é superior ao da média nacional, calculada em 2,95% (menor patamar desde 1998). O resultado reflete, principalmente, a alta no valor dos insumos, em especial o dos combustíveis.

Os dados integram o boletim Conjuntura do Transporte – Macroeconomia, trabalho inédito lançado pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) na última quarta-feira (31). Segundo o levantamento da Confederação, os combustíveis subiram em média 8,8% no ano passado. O diesel teve elevação de 8,35%; a gasolina aumentou 10,3%.

Uma possível explicação para isso é a nova política de preços da Petrobras, que prevê reajuste diário dos valores das refinarias para as distribuidoras, acompanhando taxas de câmbio e cotações do petróleo no mercado internacional. Além disso, houve majoração, em julho, da alíquota do PIS/Cofins dos combustíveis. No diesel, o aumento foi de R$ 0,21 por litro; na gasolina, R$ 0,41 por litro.

Fonte: CNT

Compartilhe esta notícia

últimas notícias

20 de julho de 2018

Cartilha da CNT esclarece implantação do eSocial

Publicação visa contribuir para a compreensão das empresas de transportes

18 de julho de 2018

Federações discutem implantação do eSocial

Superintendente da Fetronor participou da reunião na Fecomércio

13 de julho de 2018

Pesquisa aponta Campina Grande-PB

como o melhor sistema de transporte público do Brasil

MAIS NOTÍCIAS